Domingo, 24 de Outubro de 2021
62 41020134
Política COVID-19

Projeto que define igrejas como atividade essencial aguarda sanção da Prefeitura de Pires do Rio

A Lei Ordinária, de autoria da vereadora Adriana do Salão, foi aprovada por unanimidade na sessão ordinária do dia 2 de março

10/03/2021 16h21 Atualizada há 7 meses
Por: Rosângela Aguiar
Projeto que define igrejas como atividade essencial aguarda sanção da Prefeitura de Pires do Rio

 

A Lei Ordinária 09/21, que torna as atividades religiosas de todas as denominações em serviço essencial, ainda aguarda análise do Departamento Jurídico da Prefeitura de Pires do Rio. Segundo informações do Executivo Municipal, a prefeita Cida Tomazini só vai tomar a decisão de sancionar ou vetar a lei após o parecer jurídico. A Lei Ordinária, de autoria da vereadora Adriana do Salão, foi aprovada por unanimidade na sessão ordinária do dia 2 de março.

Entre os argumentos utilizados na justificativa, a vereadora Adriana do Salão, reconhece que a fé está em cada um e isto é que faz a igreja, seja ela de qualquer denominação. “Mas a palavra de Deus manda congregar. Refleti muito sobre o fato de sair todos os dias para trabalhar e, quando você quer congregar, a porta da igreja está fechada, pois é a Palavra que nos sustenta”, argumenta a vereadora.

Adriana do Salão ressalta que mesmo passando a ser atividade essencial, as atividades religiosas devem seguir as regras sanitárias determinadas pelos poderes municipal, estadual e federal. “As igrejas devem exigir o uso de máscara, promover o distanciamento social e ter a disposição de todos os frequentadores meios para a higienização das mãos”, explica.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias