Quinta, 20 de Janeiro de 2022
4000-2115
Geral SAÚDE ANIMAL

Fogos de artifício podem causar danos irreversíveis nos cachorros

O costume de utilizar os artefatos traz sérios riscos aos pets e pode até levá-los à morte.

29/12/2021 15h53 Atualizada há 3 semanas
Por: Vittória Andrade
Fogos de artifício podem causar danos irreversíveis nos cachorros

Com a virada do ano se aproximando, vem aquela famosa tradição dos fogos de artifício. Em todos os lugares, as pessoas querem utilizar os explosivos para celebrar a chegada do novo ano. Mas, você sabia que essa prática pode trazer muitos problemas para os pets, principalmente, os cachorros?

A vice-presidente da Associação Protetora de Animais Abandonados (Aproaab), Jussara Sopran Miranda, afirma que os cachorros podem ter danos irreversíveis na audição, podendo até mesmo ficar totalmente surdo. “Quando eles estão em pânico, não conseguem fechar a audição para se protegerem e isso pode prejudicar a audição de forma definitiva”, diz.

Como o ouvido dos cães é muito sensível, além de prejudicar a audição, o barulho dos fogos pode deixar os animais tensos, estressados e traumatizados por causa do medo. E isso pode até mesmo levá-los à morte. “O pânico pode fazer com que eles sofram algum acidente porque se eles estiverem no quintal, por exemplo, vão querer estourar o portão; se tiver uma grade, eles vão tentar sair por ela; se eles estiverem amarrados, podem até mesmo se enforcar. E ainda, como eles não conseguem controlar o medo, sofrem taquicardia e podem chegar até a ter um ataque fulminante”, pontua.

Para evitar esses danos, a dica da Jussara é que os cachorros fiquem em um cômodo fechado e seguro. “O ideal é que fiquem em um quarto, ou um ambiente pequeno onde tenha algum móvel, como uma mesa, ou uma cama, alguma coisa em que eles possam ficar debaixo. Dessa forma, eles se sentirão protegidos. É importante também manter a luz acesa para que eles não vejam os clarões dos fogos”, destaca.

A vice-presidente da Aproaab conta ainda que, em 2019, foi votado e aprovado na Câmara Municipal, o Projeto de Lei nº 061/18, do então vereador Professor Jene, que proibia a “comercialização, o manuseio, a utilização, queima e a soltura de fogos de estampidos e de artifícios, assim como de quaisquer artefatos pirotécnicos de efeito sonoro ruidoso no Município de Pires do Rio – GO”. No entanto, além de ter sido vetado pela antiga gestão da Prefeitura, ele não é bem aceito pela população. “Infelizmente, essa é uma luta da Associação que é muito criticada pela população que gosta de utilizar os artefatos”, comenta. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias