Domingo, 01 de Agosto de 2021
62 41020134
Cidades SOLIDARIEDADE

Governo de Goiás começa distribuição de 40 mil cobertores

Estado investe mais de R$ 1,3 milhão na compra de agasalhos para Campanha Aquecendo Vidas 2021

09/06/2021 19h17
Por: Administrador Fonte: Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) – Governo de Goiás
Governo de Goiás começa distribuição de 40 mil cobertores

 

O Governo Estadual, por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), começou a distribuição de 40 mil cobertores novos para os municípios. A ação beneficia pessoas em situação de vulnerabilidade social, principalmente crianças e idosos, de todas as cidades goianas. As peças são da Campanha Aquecendo Vidas 2021, fruto de um investimento do Governo Estadual de mais de R$ 1,3 milhão.

 

Por conta da pandemia do novo coronavírus, a entrega dos cobertores para os municípios é feita na capital, no Ginásio Goiânia Arena. Para evitar aglomerações, as retiradas ocorrem de forma organizada e com agendamento prévio. Até agora, já foram entregues mais de 10 mil cobertores para 89 municípios do Estado. A previsão é de que todos os 246 municípios goianos recebam a doação até o dia 30 de junho.

 

 A OVG e o GPS também já entregaram 1.026 cobertores novos para pessoas em situação de rua e refugiados venezuelanos, em Goiânia, além de moradores de comunidades Kalunga dos municípios de Cavalcante e Monte Alegre de Goiás, na região Norte de Goiás. Nos últimos três anos, o Governo de Goiás empregou R$ 3,7 milhões na compra de 130 mil novos cobertores. 

 

Madrinha da Campanha Aquecendo Vidas, a presidente de honra da OVG e coordenadora do GPS, Gracinha Caiado, reforça que a iniciativa segue recomendação do governador Ronaldo Caiado, que tem dado exemplo de rapidez e firmeza na formulação de políticas públicas que abrangem a população em extrema situação de vulnerabilidade social, em Goiás.

 

“Sabemos da situação de vulnerabilidade que temos no nosso Estado e o quanto o cobertor será útil para cada família que irá recebê-lo. Também sabemos que muitos municípios, de pequeno porte, não teriam condições de adquirir cobertores, e que crianças e idosos sofreriam com as madrugadas frias. Ao fazermos essas entregas, sentimos que o Estado está mais próximo de quem precisa”, declara Gracinha Caiado.

 

Mãos estendidas

Daniel Borges, vice-prefeito de Itumbiara e presidente da Fundação de Solidariedade (Funsol), entidade que presta atendimentos à população em situação de vulnerabilidade no município, diz que gratidão é a palavra que define o sentimento de receber os cobertores, principalmente nesse momento tão difícil, marcado pela Covid-19. “O governador e a dona Gracinha sempre estendem as mãos aos mais carentes. Com essa doação, eles não levam apenas cobertores, mas também carinho para quem tanto precisa. Recebemos 460 peças, que serão entregues à população de rua e pessoas em situação de vulnerabilidade social, do nosso município, inscritas no CadÚnico”, ressalta.

 

Já a secretária de Assistência Social, Cidadania e Políticas para Mulheres de Acreúna, no Sudoeste goiano, primeira-dama Adriana Silva e Souza, destaca a importância da parceria com o Governo Estadual, via OVG e Gabinete de Políticas Sociais (GPS). “O Governo de Goiás está sempre de portas abertas para atender os municípios, e juntos estamos conseguindo fazer um grande trabalho social. Com essa união de esforços, quem sai ganhando é o povo que mais precisa. Dessa vez, nossa gratidão é pelos cobertores que protegerão os mais carentes de Acreúna”, afirma.

 

Amparo

A diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado, diz que a Campanha Aquecendo Vidas aquece o coração, por representar atenção, carinho e cuidado com os mais vulneráveis. Segundo ela, ao fazer a entrega de cobertores para refugiados venezuelanos e pessoas em situação de rua, na capital, as equipes da Organização aproveitam para conversar com eles, checar suas necessidades e realizar encaminhamentos sociais.

 

“Quem está na rua sofre com o frio, sem contar a maior probabilidade de adoecer, ainda mais neste período de Covid-19. Então, ao entregarmos os cobertores, nossas assistentes sociais orientam sobre como e onde conseguir atendimentos em saúde e como fazer documentos pessoais, por exemplo”, completa Adryanna Melo Caiado. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias